Influenciadora com 2,6 Milhões de seguidores no Instagram não vendeu nem 36 camisetas

Influenciadora com 2,6 Milhões de seguidores no Instagram não vendeu nem 36 camisetas

Ao tentar vender no Instagram, a primeira coisa que muitos pensam é “preciso conseguir seguidores”, não é mesmo? Isso porque as pessoas acreditam que seguidor é o mesmo que comprador, mas isso é um grande equívoco.
Neste artigo, trouxe um caso que vem sendo bastante comentado na internet e que representa exatamente o motivo pelo qual você precisa se preocupar Qualidade dos seguidores, em vez de Quantidade.
Entenda o Caso
No ano passado, as redes sociais responderam a 21% das vendas, segundo o levantamento da NuvemCommerce.
E o campeão de vendas foi o Instagram, que foi responsável por 59% desse montante. Ou seja, oportunidades para vender não falta.
Mas, recentemente, houve um caso que chocou muitas pessoas, justamente porque ninguém entendeu como aconteceu.
Você viu essa manchete por aí?
Bom, deixa eu te explicar… A influenciadora Arii, com 2,6 Milhões de seguidores no Instagram, assinou um contrato com uma marca de roupas para poder vender através da sua página.
Com 2,6 milhões de seguidores, mesmo que apenas 10% comprasse, seria um sucesso, certo?
Errado.
A meta da Arii era vender no mínimo 36 camisas e nem mesmo isso ela conseguiu. O número ficou em 32 e o contrato com a empresa foi cancelado.
A pergunta que fica é: como ela não conseguiu vender nem 36 camisas, quando sua base é de mais de duas milhões de pessoas?
Seguidor não é sinônimo de Comprador
Vender no Instagram vai muito além de conseguir seguidores. É impressionante a quantidade de pessoas com milhares de seguidores que simplesmente não compram nada deles.
Isso acontece por um simples motivo: seguidor não é sinônimo de comprador.
Ou seja: se seus esforços foram 100% para conseguir mais seguidores no Instagram e você não trabalhar a sua influência sobre essas pessoas, elas provavelmente nunca vão comprar nada de você.
É sério. A verdade é que muitos dos seus seguidores estão ali simplesmente porque gostam do seu feed e, se você não mostrar que pode transformar a vida dessas pessoas de alguma forma, elas vão continuar ali só pelo seu feed.
Por isso, não você pode deixar as estratégias de marketing de lado.
A Arii, em 13 dias, fez apenas 2 postagens no seu Instagram promovendo as vendas antes de declarar que cancelou o contrato. Ela sequer postou os produtos, apenas fez vídeos anunciando as vendas.
A falta de planejamento e organização da influencer para poder vender é notável.
Este foi o primeiro erro.
É claro que faltou a empresa buscar por dados da influenciadora para entender se ela realmente conseguiria fazer as vendas. Ou seja: a empresa se deixou levar pelo número de seguidores da influenciadora… e acabou perdendo dinheiro.
Mas o simples fato de não ter um lançamento organizado e bem pensado foi o suficiente para o fracasso das vendas.
Como fazer um marketing de qualidade no Instagram
Conteúdo

Tudo o que você posta tem que ser interessante e chamar atenção das pessoas.
Você pode até não ter as fotos profissionais oferecidas por uma marca, como a Arii teve, mas pode tirar uma foto da sua própria casa, com o material que tem hoje. Para isso, só precisa entender algumas técnicas de fotografia.
Tire fotos bonitas dos seus produtos, de vários ângulos diferentes. Uma boa ideia também é fazer vídeos, já que eles mostram mais detalhadamente os produtos.
Faça legendas criativas e descritivas
Por mais que o Instagram seja uma rede social visual, a legenda pode fazer diferença na hora da venda.
Pode usar frases de humor, piadas internas com o seu público, ofertas… chame atenção das pessoas.
Além disso, coloque toda a descrição do seu produto para matar de vez as dúvidas do consumidor. Coloque o tamanho, o preço, sua composição… mostre todos os detalhes para passar confiabilidade.
Não deixe os Stories de lado
Quando se atinge 10 mil seguidores, o Instagram permite que você coloque links nos Stories.
É uma ótima maneira de vender, já que você entrega o link da venda diretamente para o seu cliente.
E mesmo que você não tenha 10 mil seguidores, pode usar os stories para criar engajamento na sua página.
Fale da marca, dos produtos, mostre os bastidores, tire dúvidas, anuncie sorteios, ofertas… fale tudo para os seus seguidores.
Use hashtags
As hashtags são perfeitas para impulsionar as suas postagens.
Se você pesquisar #blusas, por exemplo, o Instagram direciona para uma página com todas as publicações com essa hashtag.
Por isso, elas atingem diretamente um público que já está interessado naquele assunto e que pesquisa ativamente por aquilo.
Interação
O objetivo das redes sociais é justamente socializar com outras pessoas e interagir.
Por isso, mostre para as pessoas que te seguem que você está disponível para conversar. Responda todos os comentários da sua página, isso gera fidelização nos seguidores e passa confiabilidade.
Para vender qualquer coisa online, você precisa criar um relacionamento com os seus seguidores, já que eles podem ser possíveis compradores.
Você pode tirar dúvidas e entrar em contato direto com os clientes através do direct, pode até mesmo fechar vendas por lá.
Além disso, siga outros perfis que combinam com o que você posta para atrair mais pessoas e se inspirar.

Fonte: ecommerce de sucesso

Cristina Cruz - Mentora
[email protected] | Website | + posts

Idealizadora e CEO do Mulheres Milionárias. Mentora de negócios e carreira. Investidora internacional em três categorias (finanças, negócios, capital humano). Business advisor. Empreendedora nata. Especialista em comportamento humano. Desenvolveu um método que trabalha mindset milionário, empreendedorismo e felicidade simultaneamente. Após superar diversos abusos na infância e adolescência e também a dois atentados contra a sua vida, sua missão e propósito é transformar vidas pelo mundo ensinando que é possível virar o jogo.

Cristina Cruz - Mentora

Idealizadora e CEO do Mulheres Milionárias. Mentora de negócios e carreira. Investidora internacional em três categorias (finanças, negócios, capital humano). Business advisor. Empreendedora nata. Especialista em comportamento humano. Desenvolveu um método que trabalha mindset milionário, empreendedorismo e felicidade simultaneamente. Após superar diversos abusos na infância e adolescência e também a dois atentados contra a sua vida, sua missão e propósito é transformar vidas pelo mundo ensinando que é possível virar o jogo.

Deixe uma resposta

ArabicEnglishFrenchItalianPortugueseSpanish
Instagram
Facebook
Facebook
Twitter
Visit Us